segunda-feira, maio 13, 2019

Nelson Gonçalves - O Amor e o Tempo

A diretora Tania Nardini, responsável por todas as montagens do famoso musical "Chicago" por todo o mundo desde 2007, é quem dirige Nelson Gonçalves - O Amor e o Tempo, em cartaz no Teatro Gazeta, em São Paulo. A história conta a trajetória de nãos e de vitórias do cantor e compositor, que ocupa a segunda posição de discos mais vendidos no Brasil com 81 milhões de cópias. Ao longo do musical, o público passa a relembrar e a conhecer as canções de sucesso do artista.

Juntamente com o ator Gabriel Logullo, a atriz Jullie divide o protagonismo do enredo. Nesta sexta-feira, dia 11 de abril, eu estive lá no Teatro Gazeta, na Av. Paulista para conferir o musical, e gostei do que assisti. As vozes dos atores, os instrumentistas e a qualidade das apresentações são de alta qualidade e surpreendem. Nas cenas, os atores esbanjam carisma e fazem um ótimo trabalho cantando, atuando e dançando para representar o Metralha (apelido de Nelson). Após o término da apresentação, os atores aparecem na sala de convivência e tiram fotos com o público. 


Jullie e Gabriel Logullo, em Nelson Gonçalves - O Amor e o Tempo
Divulgação



Temporada: 3 de maio à 30 de junho.  
Sextas, 21h  
Sábados, 20h  
Domingos, 18h 
Classificação: Livre. 
Duração: 60 minutos. 
Capacidade: 700 lugares. 
Ingressos: R$80 (inteira) e R$40 (meia)   

TEATRO GAZETA 
Avenida Paulista, 900 – Térreo. Bela Vista – SP 
Ingressos à venda pelo site www.teatrogazeta.com.br





sexta-feira, maio 10, 2019

Onde comer um bom cachorro-quente em São Paulo

Quem é que não gosta de comer um delicioso hot dog? Ou cachorro-quente como também é chamado o lanche que é muito popular no mundo todo. Não é difícil encontrar algum lugar que venda hot dog, mas poucos, têm um sabor delicioso e um bom preço.

Um lugar que sempre recomendo e levo os meus amigos é o trailer do Edinho, na Praça Silvio Romero no bairro do Tatuapé. O cachorro-quente básico já delicioso o suficiente para não pensar muito antes de escolher essa opção. O valor é mais convidativo ainda, são R$ 8,00.

Nos fins de semana é normal uma fila se formar no Edinho, porque vale a pena esperar. Então se você quer um cachorro-quente bom, procure pelo trailer do Edinho na Praça Silvio Romero, no bairro do Tatuapé em São Paulo.


Praça Silvio Romero - Tatuapé
Reprodução/Gazeta do Tatuapé


segunda-feira, abril 22, 2019

O que fazer quando estamos entediados em uma viagem

Dificilmente alguém vai ficar entediado em uma viagem, masss existem situações em que isso pode acontecer, principalmente se alguém vai ficar vários dias em algum local ou então vai pegar um transporte que demore horaaas, por isso, nada melhor que fazer algumas coisas para sair do tédio.

1 - Leia
Sim, ler muitas vezes te faz viajar sem sair do lugar, uma boa leitura é uma ótima distração. Tanto revistas quanto livros dão mais entretenimento em uma viagem que dura horas e horas.

2 - Tente conhecer pessoas
Se você está perto de alguém, tente expandir os seus contatos batendo um papo, quando a conversa é boa o tempo passa rapidinho, então tente se enturmar. Conhecer e ser conhecido.

3 - Caminhe
Se você está em algum local, faça uma caminhada ouvindo alguma música. Fazer um exercício físico vai te deixar cansado o suficiente para sair do tédio e querer ficar quieto por um tempo descansando.

4 - Refaça roteiros
Eu sei que pode parecer sem graça, mas dependendo do lugar vale a pena revisitar. Aqueles lugares que não vão custar quase nada e são atrativos, merecem ser mais frequentados.


Que tal mais um passeio por um local legal?
Casco Viejo - Cidade do Panamá - Panamá
















quinta-feira, abril 11, 2019

5 jeitos de não levar o estresse na mala de viagem

Todo mundo quer e merece um tempo relaxante em algum destino dos sonhos, mas para garantir a leveza e a distância de um clima pesado, é preciso evitar algumas situações em que o estresse acaba indo e voltando na mala da pessoa em uma viagem.


Praia de Punta Uva - Costa Rica 































Abaixo vão algumas dicas para embarcar feliz e desembarcar mais feliz ainda de uma viagem:

1- Não pense nos problemas

Se a pessoa não conseguir pensar no quanto vai ser bom ir para bem longe e aproveitar os atrativos da viagem, então infelizmente não aproveitará muito. Não adianta viajar só com o corpo, a mente precisa estar na mesma sincronia. Então nada de ficar remoendo problemas do passado, ou do presente que não é possível resolver. Aproveite a oportunidade de passear e conhecer os novos ares focado no belo momento presente.

2 - Seja prevenido
Em uma viagem um imprevisto pode acabar deixando o dia chato e desagradável, então estar preparado e atento na medida do possível para não cair em alguma situação desconfortável é fundamental. Se informar, por exemplo, de horários de transporte é uma forma de não ser pego de surpresa. Em viagens internacionais, ter todos os documentos que possam ser pedidos é garantir a tranquilidade para passar pela imigração.

3 - Defina o roteiro com a companhia de viagem
Viajar sozinho é bom pela maior liberdade, mas quando alguém quer uma companhia para viajar, se ela não estiver como a mesma disposição para passear e aproveitar o passeio, a sensação não será das melhores. Converse com a companhia sobre os lugares de interesse dela e fale sobre os seus, então cada um ficará sabendo do roteiro, que pode se tornar um só e maior.

4 - Evite andar sozinho tarde
Uma pessoa que não é da região pode ser percebida facilmente, então é melhor deixar para passear à noite com uma companhia que sabe como é a região. Caso fique muito tarde, prepare-se para pegar transporte por algum aplicativo.

5 - Esclareça qualquer dúvida
Quando um mal entendido acontece, a pessoa pode ficar insatisfeita pela falta de alguma informação essencial do passeio, ou então sobre algum custo extra de viagem que não estava planejado. Para estar ciente dos detalhes de uma viagem, faça as perguntas necessárias e combine todos os valores quando for contratar um tour ou um transporte.





segunda-feira, abril 01, 2019

Diferenças entre hostel e hotel

Olá amigos, eu conheço muitas pessoas que não sabem a diferença entre hostel e hotel. Em uma viagem quem prefere um preço mais acessível, mais contato com os hóspedes, conhecer novas pessoas com facilidade, o hostel é mais indicado. Para quem deseja mais privacidade, ter mais luxo e tranquilidade, um hotel é o mais recomendado.

Em relação ao número de quartos, um hostel em geral tem até 10 quartos, eles podem ser individuais, duplos, quádruplos ou com mais de cinco camas, os preços descem conforme a quantidade de camas. Quem gosta de fazer a própria comida pode contar com uma cozinha nos hostéis, o mesmo acontece em alguns quartos de hotéis. A movimentação de pessoas e o barulho em hostéis é comum em temporadas mais altas como no fim de ano, mas também existe um respeito quando o horário começa a avançar. O legal de hostel é a possibilidade de tomar um café da manhã e conhecer os viajantes hospedados, no almoço também as chances de criarem novas amizades podem acontecer.



       Quarto de hostel
Reprodução/Mad Monkey Hostels




























Quem quer mais conforto e mais privacidade pode escolher um hotel, em geral, não existe uma cozinha compartilhada nesses locais, mas a infraestrutura é digna de uma boa e confortável estadia. Os preços dos quartos dos hotéis em geral são mais altos que dos hostéis.

Dica: Nem sempre reservar pelo site ou no balcão da recepção, ou por telefone sai mais barato, isso vai depender da política de preço do hotel ou do hostel. O ideal é reservar a hospedagem para garantir o lugar. Quem chega no balcão na hora de reservar, corre dois riscos: não encontrar espaço disponível, ou pagar mais caro que a reserva pelo site.


Quarto de hotel
Reprodução/New York Post





























Pesquise a sua hospedagem ideal abaixo e tenha uma boa viagem!!





Booking.com



quinta-feira, março 28, 2019

Palácio Tangará, requinte e glamour vencedor da crise

No Parque Burle Max, o Palácio Tangará proporciona para os seus hóspedes instalações luxuosas, o espaço pertence a uma rede de hotéis europeia, a Oetker Collection. O hotel seis estrelas faz o seu aniversário de dois anos neste ano. Na época em que ele foi inaugurado o Brasil não estava passando por um bom cenário de notícias econômicas, mesmo assim o hotel mostrou que o seu glamour está atraindo cada vez mais clientes interessados em suas diárias, que podem custar até R$ 38 mil.

As expectativas de faturamento para esse ano é de nada mais, nada menos que R$ 100 milhões, a taxa de ocupação poderá atingir 60%, gerando aumento de 15% em comparação ao ano passado. São 151 quartos com vista privilegiada para a área verde da região, sendo 51 suítes. Para aumentar os rendimentos, o hotel investe em eventos, gastronomia e entretenimento, juntos eles são responsáveis por 56% dos ganhos.

Localizado na zona de sul de São Paulo, o prédio original do local passou por uma reformulação para entrar no padrão do Palácio Tangará. Diversos eventos desejam alugar um espaço no hotel, pensando nisso foi inaugurado o Tangará Hous, que é especializado em receber eventos corporativos, são nove salas que possibilitam o acesso ao terraço.

Quem sonha com um casamento no espaço de eventos do hotel poderá desembolsar a bagatela de R$ 20 mil se convidar 70 pessoas, para quem tem uma lista de convidados extensa, um evento para 500 pessoas custa R$ 80 mil. Em 2018 foram 30 cerimônias realizadas. A ocupação do glamoroso hotel tem 55% para o lazer e 45% para o corporativo.

Não são apenas turistas que visitam o Palácio Tangará, existem eventos que atraem um público que procura por entretenimento e boas refeições. O menu degustação de seis pratos que o chef francês Jean-Georges Vongerichten elaborou por R$ 420, está no cardápio do restaurante que ganhou a primeira estrela Michelin no ano passado. Quem quiser sentir como é tomar chá em um estilo inglês, o Parque Lounge & Terrace do hotel servirá o cliente, para acompanhar, tem uma trilha sonora com um violoncelo e um duo de piano, mais chique que isso só na própria Inglaterra.




                                                           Área da piscina do Palácio Tangará                                     
         Reprodução/Booking