quinta-feira, abril 11, 2019

5 jeitos de não levar o estresse na mala de viagem

Todo mundo quer e merece um tempo relaxante em algum destino dos sonhos, mas para garantir a leveza e a distância de um clima pesado, é preciso evitar algumas situações em que o estresse acaba indo e voltando na mala da pessoa em uma viagem.


Praia de Punta Uva - Costa Rica 































Abaixo vão algumas dicas para embarcar feliz e desembarcar mais feliz ainda de uma viagem:

1- Não pense nos problemas

Se a pessoa não conseguir pensar no quanto vai ser bom ir para bem longe e aproveitar os atrativos da viagem, então infelizmente não aproveitará muito. Não adianta viajar só com o corpo, a mente precisa estar na mesma sincronia. Então nada de ficar remoendo problemas do passado, ou do presente que não é possível resolver. Aproveite a oportunidade de passear e conhecer os novos ares focado no belo momento presente.

2 - Seja prevenido
Em uma viagem um imprevisto pode acabar deixando o dia chato e desagradável, então estar preparado e atento na medida do possível para não cair em alguma situação desconfortável é fundamental. Se informar, por exemplo, de horários de transporte é uma forma de não ser pego de surpresa. Em viagens internacionais, ter todos os documentos que possam ser pedidos é garantir a tranquilidade para passar pela imigração.

3 - Defina o roteiro com a companhia de viagem
Viajar sozinho é bom pela maior liberdade, mas quando alguém quer uma companhia para viajar, se ela não estiver como a mesma disposição para passear e aproveitar o passeio, a sensação não será das melhores. Converse com a companhia sobre os lugares de interesse dela e fale sobre os seus, então cada um ficará sabendo do roteiro, que pode se tornar um só e maior.

4 - Evite andar sozinho tarde
Uma pessoa que não é da região pode ser percebida facilmente, então é melhor deixar para passear à noite com uma companhia que sabe como é a região. Caso fique muito tarde, prepare-se para pegar transporte por algum aplicativo.

5 - Esclareça qualquer dúvida
Quando um mal entendido acontece, a pessoa pode ficar insatisfeita pela falta de alguma informação essencial do passeio, ou então sobre algum custo extra de viagem que não estava planejado. Para estar ciente dos detalhes de uma viagem, faça as perguntas necessárias e combine todos os valores quando for contratar um tour ou um transporte.





segunda-feira, abril 01, 2019

Diferenças entre hostel e hotel

Olá amigos, eu conheço muitas pessoas que não sabem a diferença entre hostel e hotel. Em uma viagem quem prefere um preço mais acessível, mais contato com os hóspedes, conhecer novas pessoas com facilidade, o hostel é mais indicado. Para quem deseja mais privacidade, ter mais luxo e tranquilidade, um hotel é o mais recomendado.

Em relação ao número de quartos, um hostel em geral tem até 10 quartos, eles podem ser individuais, duplos, quádruplos ou com mais de cinco camas, os preços descem conforme a quantidade de camas. Quem gosta de fazer a própria comida pode contar com uma cozinha nos hostéis, o mesmo acontece em alguns quartos de hotéis. A movimentação de pessoas e o barulho em hostéis é comum em temporadas mais altas como no fim de ano, mas também existe um respeito quando o horário começa a avançar. O legal de hostel é a possibilidade de tomar um café da manhã e conhecer os viajantes hospedados, no almoço também as chances de criarem novas amizades podem acontecer.



       Quarto de hostel
Reprodução/Mad Monkey Hostels




























Quem quer mais conforto e mais privacidade pode escolher um hotel, em geral, não existe uma cozinha compartilhada nesses locais, mas a infraestrutura é digna de uma boa e confortável estadia. Os preços dos quartos dos hotéis em geral são mais altos que dos hostéis.

Dica: Nem sempre reservar pelo site ou no balcão da recepção, ou por telefone sai mais barato, isso vai depender da política de preço do hotel ou do hostel. O ideal é reservar a hospedagem para garantir o lugar. Quem chega no balcão na hora de reservar, corre dois riscos: não encontrar espaço disponível, ou pagar mais caro que a reserva pelo site.


Quarto de hotel
Reprodução/New York Post





























Pesquise a sua hospedagem ideal abaixo e tenha uma boa viagem!!





Booking.com



quinta-feira, março 28, 2019

Palácio Tangará, requinte e glamour vencedor da crise

No Parque Burle Max, o Palácio Tangará proporciona para os seus hóspedes instalações luxuosas, o espaço pertence a uma rede de hotéis europeia, a Oetker Collection. O hotel seis estrelas faz o seu aniversário de dois anos neste ano. Na época em que ele foi inaugurado o Brasil não estava passando por um bom cenário de notícias econômicas, mesmo assim o hotel mostrou que o seu glamour está atraindo cada vez mais clientes interessados em suas diárias, que podem custar até R$ 38 mil.

As expectativas de faturamento para esse ano é de nada mais, nada menos que R$ 100 milhões, a taxa de ocupação poderá atingir 60%, gerando aumento de 15% em comparação ao ano passado. São 151 quartos com vista privilegiada para a área verde da região, sendo 51 suítes. Para aumentar os rendimentos, o hotel investe em eventos, gastronomia e entretenimento, juntos eles são responsáveis por 56% dos ganhos.

Localizado na zona de sul de São Paulo, o prédio original do local passou por uma reformulação para entrar no padrão do Palácio Tangará. Diversos eventos desejam alugar um espaço no hotel, pensando nisso foi inaugurado o Tangará Hous, que é especializado em receber eventos corporativos, são nove salas que possibilitam o acesso ao terraço.

Quem sonha com um casamento no espaço de eventos do hotel poderá desembolsar a bagatela de R$ 20 mil se convidar 70 pessoas, para quem tem uma lista de convidados extensa, um evento para 500 pessoas custa R$ 80 mil. Em 2018 foram 30 cerimônias realizadas. A ocupação do glamoroso hotel tem 55% para o lazer e 45% para o corporativo.

Não são apenas turistas que visitam o Palácio Tangará, existem eventos que atraem um público que procura por entretenimento e boas refeições. O menu degustação de seis pratos que o chef francês Jean-Georges Vongerichten elaborou por R$ 420, está no cardápio do restaurante que ganhou a primeira estrela Michelin no ano passado. Quem quiser sentir como é tomar chá em um estilo inglês, o Parque Lounge & Terrace do hotel servirá o cliente, para acompanhar, tem uma trilha sonora com um violoncelo e um duo de piano, mais chique que isso só na própria Inglaterra.




                                                           Área da piscina do Palácio Tangará                                     
         Reprodução/Booking


































terça-feira, fevereiro 26, 2019

Viagem pode aproveitar as funções do Google Maps

O Google Maps é um aplicativo de simples manuseio que propicia diversas facilidades para um viajante em vários destinos. Com as funcionalidades disponíveis que podem ser utilizadas tanto em aparelhos Android ou iOS, viajar se torna mais prático. Obter informações de lugares, se localizar em um ponto ou encontrar a direção de um lugar fazem parte das diversas funções da aplicação. No momento de visitar e também de preparar uma viagem para um destino desejado, ter nas mãos esses recursos acessíveis que só deixam a viagem melhor é indispensável.

Diversas informações podem ser consultadas antes mesmo da viagem começar. Se o viajante prefere passear de carro, então comandos de voz trarão mais conforto no momento de dirigir. Quem gosta de conferir as recomendações de um lugar, poderá obter mais detalhes baseados em experiências reais. Até mesmo sem uma conexão Wi-Fi é possível se guiar independente do lugar. Diversas são as comodidades para quem tem o auxílio desse aplicativo, veja dez dicas do Google Maps para aumentar as boas experiências em uma viagem.


1 – Tenha o seu mapa off-line


Google permite o download de uma região para um mapa off-line 






























O usuário do Google Maps pode baixar a região do lugar em que está no momento ou que pretende
conhecer. Quando a conexão com a Internet não estiver disponível ou com um sinal muito fraco, o mapa baixado será fundamental para se guiar na direção até o lugar desejado. Pesquise o nome do local, deslize o dedo para a direita na tela, no menu, vá na opção “Mapas off-line” > “Selecione seu mapa” > “Download”.


2 – Visualize o seu mapa 


        Pontos em um mapa podem ser visualizados em smartphones



Antes mesmo de sair de casa o turista poderá visualizar os pontos do passeio em um mapa de maneira sequencial. É possível seguir no mapa os lugares a serem visitados de acordo com o percurso, mas para isso é necessário que o mapa tenha sido criado na versão desktop. Para visualizá-lo é preciso somente ir na opção “Seus Lugares” > “Mapas”, selecionar o mapa e percorrer o roteiro projetado. 



3 – Crie listas


O Google Maps possibilita criar uma lista de lugares para consulta e compartilhamento 































As listas trazem maior praticidade quando o usuário precisa destacar os pontos de um destino em que
passou ou que planeja passar. Com esse recurso, guardar as informações e relembrar dos lugares visitados se torna mais fácil. Para fazer uma lista, deslize o dedo para a direita na tela da aplicação e vá na opção “Seus lugares” > “Salvos”, clique no ícone azul para escrever o nome e a descrição da lista. Com a lista criada, na opção adicionar, busque o local desejado. A opção para compartilhar também está disponível.


4 – Explore lugares

Recomendações de vários lugares se baseiam em experiências reais 



Quando vier a vontade de descobrir algum estabelecimento ou lugar que é recomendado por visitantes que já passaram pelo local, a função “Explorar” irá mostrar lugares com recomendações baseadas nas experiências dos visitantes. A pesquisa é feita com base na última busca que o usuário faz no Google Maps. Para ver as sugestões, pesquise o nome da região, apague a caixa de pesquisa e então serão exibidas diversas recomendações como atrações, restaurantes, museus, arte, etc.


5 – Encontre bons parques

Encontre parques na região pesquisada e filtre as preferências 


Com base na pesquisa é possível encontrar parques classificando por proximidade ou relevância. Os parques que se encontram abertos no momento podem ser encontrados também. Para utilizar a funcionalidade vá na caixa de pesquisa, digite o nome da região, apague e espere o menu “Explorar” aparecer no canto direito inferior da tela. Selecione o ícone verde “Mais” > “Coisas legais para fazer”> “Parques”, depois filtre as preferências localizadas abaixo da caixa de pesquisa do Google Maps.


6 – Adicione locais durante o trajeto



Google Maps permite que motoristas encontrem locais que estão antes do destino final 





















                                          



Em uma navegação em que o Google Maps guia o motorista é possível procurar lugares durante o trajeto. Primeiro deslize o dedo para direita, no menu terá a opção “Começar a dirigir”, na próxima tela pesquise e selecione o destino, após a pesquisa o trajeto será definido automaticamente. Durante o passeio de carro, ao clicar no ícone da lupa no canto direito da tela, uma caixa de pesquisa aparecerá com a frase “Pesquisar no trajeto”, lá é possível buscar por um local ou vários sem o destino final ser perdido.


7 – Seja guiado ouvindo música


A execução de músicas pode ser feita através do Google Maps enquanto o motorista dirige 






























Quando o usuário estiver usando o Google Maps para se guiar em uma viagem de carro, as músicas do Spotify ou do Google Play Music poderão ser executadas. Caso a opção não apareça automaticamente será preciso configurá-la manualmente. No canto inferior direito da tela, toque na seta direcionada para cima, depois vá em “Configurações” > “Exibir controles de reprodução de mídia”, posteriormente o aplicativo de música poderá ser escolhido. Após aceitar os termos de uso da aplicação o reprodutor de música surgirá na tela.


8 – Escolha o tipo do mapa


Diferentes visualizações estão disponíveis para o trajeto procurado 































Para deixar mais clara a visualização da região e a busca mais precisa, o tipo de mapa pode ser 
escolhido. Existem o modo padrão, satélite e relevo. Para escolher, primeiro busque o destino na caixa de pesquisa, a seguir clique no topo da tela à direita no ícone com um losango, depois escolha o modo de visualização.



9 – Usar comandos de voz


Destino e trajeto podem ser definidos por comando de voz






























Enquanto estiver dirigindo e sendo guiado pelo Google Maps é possível usar comandos de voz. No topo direito da tela o ícone do microfone ativa o comando de voz. O usuário poderá dizer diversos comandos, entre eles estão “Mostrar Tráfego”, “Mostrar Rotas alternativas”, “Próximo retorno”, etc. A lista é extensa.


10 – Evite caminhos indesejados
É possível dirigir por trajetos baseados em opções que podem ser habilitadas




























Evitar caminhos como rodovias, pedágios e balsas é mais uma vantagem que a aplicação proporciona. Para habilitar essas opções é necessário ir até o canto direito da tela do Google Maps, clicar nos três pontos e escolher “Opções de trajeto”, em seguida selecione as opções que deseja evitar.

terça-feira, janeiro 22, 2019

Consciência ambiental é essencial

Nunca estivemos diante de tanta informação disponível de maneira facilitada. Não tem por que fecharmos os olhos para o que pode acontecer, e o que já acontece quando maltratamos o nosso próprio meio-ambiente.

Eu vejo que muitas pessoas quando estão caminhando pela rua simplesmente jogam a embalagem do que comeu na calçada. Uma dia eu reclamei para uma pessoa da lata de refrigerante que ela jogou no chão, e a desculpa foi que alguém iria passar para pegar.

Em primeiro lugar o chão não é lixo e essa pessoa que iria pegar, não se sabia que horas ia passar.
A falta de conscientização e as desculpas para jogar lixo em qualquer lugar destrói qualquer bem-estar de quem gosta de limpeza.

As pessoas cobram várias obrigações dos que prometem, mas não gostam de propiciar melhorias começando por elas mesmas.

O desmatamento é outra questão importante. Não é nada inteligente destruir o que garante a qualidade de vida para todos. O comércio que incentiva a derrubada de árvores sem controle precisa ser interrompido com novas soluções de geração de renda paras as famílias dependentes desse trabalho.

Hoje plantamos, amanhã colhemos. Se hoje derrubamos, amanhã lamentaremos.





segunda-feira, janeiro 21, 2019

Notícias Geek na Rádio Cultura e no Spotify

Quem gosta de ficar por dentro das novidades do mundo geek não pode perder o podcast Super amigos na Cultura. Os apresentadores Jean Chambre e Beatriz Noronha estão animando todos os dias os ouvintes com assuntos geeks interessantes.

O programa que é comandado pelo radialista Adriano Santos é transmitido pela Rádio Cultura e está disponível no Spotify a partir das 11 da manhã. A conversa conta com a participação de convidados.


Beatriz Noronha e Jean Chambre como Cosplayers.